sábado, 14 de março de 2009

Epifania / Epiphany

Hoje, a caminho do trabalho, eu tive uma epifania. Algo simplesmente pipocou na minha cabeça e reconheci o pensamento como expressão da verdade, pelo menos para mim neste momento.

Today, coming to work, I had an epiphany. Something simply jumped into my mind and I recognized the thought as an expression of truth, at least for me at this moment.

Todos os problemas do mundo são culpa das pessoas. Duuh! É claro! Não são os leões ou as girafas que apostam no mercado financeiro, certo? Mas o sentido do pensamento não é um erro humano ou a confiança de ir fazendo o que quiser sem pensar nas consequências. A culpa está no desejo das pessoas que verem os outros se darem mal. Acho que posso resumir a situação com a frase que ouvi no ônibus hoje e que fez essa idéia explodir na minha mente: "Meu time ganhar não é tão importante. Mas ver o tal time perder todas, ah, isso sim me deixa feliz!".

All the world problems are people's fault. Duuhh! Of course! No lions or giraffes gamble at the Dow Jones market, right? But the sense in this thought didn't come from a human mistake or what people do without thinking of the consequences. This blame rests on the wish people have to see others suffer. I think I can put this situation in perspective with something I heard on bus today and it was the trigger for my epiphany: "I don't mind so much when my team wins. But when this team loses, ah, that's when I'm really happy!"

O que mais é preciso dizer depois desse comentário? Não é o resumo do comportamento geral das pessoas? "Se eu não posso ter, ele também não pode. Ou ninguém mais pode. Quero mais é ver o circo pegar fogo!" E outras frases do tipo que estou certa que todo mundo já ouvi e, alguns casos, até mesmo falou. A imagem da humanidade, como um conjunto, uma expressão, um ideia mesmo, é muito bonita e cheia de esperança e boas intenções. As pessoas, essas pequenas partes desse conjunto, essas não resistem a uma olhada mais de perto e acabamos tendo que enfrentar as figuras, tantas históricas e tantas presentes agora nos noticiários, que só desejam ver tudo se destruir para poder ficar de lado, apontando e dizendo: "Viu? Eu sabia que não ia dar certo!" ou "Bem feito! Porque ia funcionar pra eles se não deu certo pra mim?"

What else can I say after this comment? Isn't the overall about people's behaviour? "If I can't have it, nobody else can. I want to see they burn!" And other phrases like these that everybody listen to and, in some cases, even said them themselves. The image of humankind, as a group, an expression, even an idea, it's really nice and beautiful and full of hope and good intentions. The persons, these small parts of the whole, those don't survive a closer look and we end up facing all these figures, so many historical ones and a lot now on the news, those who wnat nothing more than to destroy things around while the look from the side, saying: "See? I knew this would happen!" or "They deserved it! Why should work for them when didn't work for me?"

E como boa fã de Harry Potter devo citar uma das melhores definições que já vi dessa atitude, dessa sensação de que tudo de bom é tirado de nós só pela proximidade de algumas pessoas: Dementadores. Talvez não possamos vê-los como simples trouxas sem capacidade mágicas, mas que os sentimos, ah, como sentimos! Estão a nossa volta, sugando todos os bons sentimentos e as lembranças alegres, nos deixando assim, tristes, frágeis, incapazes de olhar para a frente e ver algo de bom se aproximando.

As a good Harry Potter fan I have to cite one of the best definitions of these attitudes that I have ever seen, when all that's good is taken from us just by the proximity of some people: Dementors. Maybe we can't see them since we are simple muggles without any magic inside us, but we feel them, ah, how we feel them! They are all around us, draining our good feelings and our happy memories, leaving us sad and frail, incapable of looking ahead and find something good coming.

Desculpem o mau-humor e a tristeza, mas sinto como se um Dementador estive andando colado a mim nesses últimos tempos...

Sorry for the blues but I'm feeling like a Dementor is walking by my side these last few days...
(imagem acima encontrada no / image above found at Going against the current)

** imagem do Dementador encontrada em / Dementor's image found at MuggleNet **
.

4 comentários:

azinifiosepontos disse...

Olá Claudia !!!
Coincidencia, está semana passei por uma situação parecida com esta de alguem disser que ja sabia que algo que estava determinada a fazer não daria certo, fiquei boba de ver a satisfação com que o comentario foi feito.
Mas tenho como lema Todas as coisas contribui para o bem daqueles que amam a Deus e com esse comentários eu aprendo a me levantar e ter a certeza que não sou perfeita mas posso melhorar sempre.
Beijos. Mau humor é um veneno para o corpo e dá rugas.Fiquei triste de não ver meu blog na sua lista de favoritos ficou triste comigo?

Claudia disse...

Azinifiosepontos,
obrigada pelo comentário.
E você não está listada nos meus blogs e nem posso te responder diretamente porque seu endereço e seu email não aparecem, nem na mensagem nem no perfil do Blogger! É preciso um pouco mais de informação liberada... :D

Eduardo disse...

Bom dia, Claudinha !!
Nunca postei antes...minhas mãos estão tremendo...
Tirando o fato de que ontem foi sexta feira 13 (e com lua cheia), embora não saiba o que isto possa efetivamente significar..o negócio é o seguinte: muitas pessoas se colocam na vida como um torcedor na arquibancada, ie, ainda que não "torçam para nenhum time" a postura é a de observador e de "juizes" apenas criticando e se isentando da responsabilidade de entrar em campo...aí parece que fica fácil falar de tudo e dar palpite sobre tudo sem precisar se comprometer com os resultados...
Acontece que viver é entrar em campo e aí é mais difícil e certamente dá mais trabalho...sem querer parodiar ninguém: o mundo é de quem faz....e não de quem fica torcendo ...
Chega, cansei e me desculpe pelos erros da ortografia nova e da velha também...
Beijão...

lília visser disse...

Deu pra levantar o astral no final de semana? Espero que sim!

Também tenho desses dias ruins, como você bem sabe... procuro outros caminhos, novas idéias... e distância dos Dementadores à volta, por mais difícil que seja. Já basta os meus! :-)

Daqui a pouco vou buscar minha florzinha na escola :-) e cuidar das contas a serem pagas. :-(

Saudades! Não vejo a hora de estar aí!