terça-feira, 3 de março de 2009

É possível ter o melhor de dois mundos? / It's possible to have the best of two worlds?

Comecei a pensar neste post ontem, domingo, voltando para casa depois de almoçar com minha mãe. Fiquei pensando na possibilidade de achar um lugar onde se possa juntar o melhor de dois mundos, o que para mim significa um lugar calmo e mais silencioso, não tão quente!, onde as pessoas possam ir de um lugar ao outro sem tanta pressa e necessidade de passar por cima uns dos outros. E juntar isso com as facilidades dessas nossas metropolis gigantescas e pouco humanas, ou seja, supermercados com opções para nós que não cozinhamos, internet de banda larga! e algumas opções de lazer, como cinema e restaurantes...

I started thinking about this post yesterday, Sunday, while I was coming home after having lunch with my mother. I thought about the possibility to find a place where you could have the best of two worlds, what for me meant a calm and a bit quiet place and not so hot!, where people would go places withtout so much haste or the need to go over others. Then we will couple this with all the advantages of the big and inhumane cities, supermarkets with lots of options for those who don't cook, broadband internet and entertainment options like movies and restaurants...

A cidade do Rio de Janeiro fez aniversário ontem, 1o. de março. Uma senhora de 444 que continua linda e bem amada, a maior parte do tempo. Porém mais de 6 milhões de habitantes têm seu custo e os problemas só parecem crescer sem soluções à vista. Eu adoro essa cidade. Acho mesmo que é um dos lugares mais lindos do mundo (experimente pousar ou partir do Aeroporto Santos Dumont - imagem de dentro do avião encontrada no aero.brasilflog) mas estou achando que a lista de contras está ficando maior que a lista de prós...


The city of Rio de Janeiro had its anniversary yesterday, March 1st. A lady of 444 years old that it's beautiful and well loved, for the most part. But with more than 6 million people living here there's a cost on the city and its problems only seem to increase without any solutions on sight. I love this city. I truely believe it is one of the most beautiful places in the world (try to land or leave from Santos Dumont Airport - image from inside an airplane from aero.brasilflog) but I'm thinking that the list of cons are getting ahead of the list of pros...


Mesmo com calorão que continua a assolar a cidade, conseguir fazer algo este fim de semana, fechada no quarto com o ar condicinado a toda. Peguei um tecido que tinha há tempos, na verdade um panô da grife Didara, cuja artista/estilista, Goya Lopes, é amiga da minha família há anos, e resolvi tranformar em uma saia. Acho que ficou bem legal. É o modelo mais simples possível de saia, corta-se um retângulo de tecido, costura-se, coloca-se um elástico na cintura e pronto! Normalmente, nas fotos que tiro no espelho, aparece esse sacão atrás de mim. São os meus retalhos/restos de tecido. É meio assustador, né? Mas é o que estou prevendo usar para minhas peças do 2009 Advent Calendar Sew Along.

Even with all the hot weather around here, I manage to produce something under the power of the air conditioning. I used a fabric I had for a long time to make another skirt. Actually it was a kind of wrap to use as decoration in the house from the Didara label, a creation from Goya Lopes, a long time friend from my family. I think it turn out really well. It's the most simple skirt pattern possible. Just cut a retangle of fabric, sew it then pass the elastic band for the waist and voilá! Usually, when I tak pictures at my mirror, you can see the big bag behind me. These are my scraps/pieces of fabric. A pit scary, huh? But these are the bits and pieces I'm planning to use at the 2009 Advent Calendar Sew Along.


E comecei a saia para a minha irmã. O corte é o mesmo, mas, em vez de elástico, vou usar uma faixa para que ela possa acertar como quiser. Não é surpresa, até porque levei para ela experimentar esse domingo, mas é pra ser presente. Quando estiver terminada, eu mostro direito.

And I also started the skirt for my sister. The pattern is the same but instead of an elastic band I'll use something that she can wrap and control how much to tighten. It's not a surprise, I even took it this Sunday for her to try it on, but it will be a gift. When it's finish I'll show it properly.

Mesmo com todas as minhas reclamações, vou fechar o post de hoje com uma homenagem ao Rio de Janeiro e suas belas paisagens usando as palavras e a voz de um de seus mais ilustres filhos: Tom Jobim e seu Samba do Avião.

Even with all my complains, I'll close the post today with a homage to Rio de Janeiro and its beautiful scenary using the lyrics and the voice of one of its most illustrious children: Tom Jobim and his Airplane Samba.

2 comentários:

lília visser disse...

Linda a saia com o panô da Didara. Acho que essa de você virar costureira ainda vai dar pano pra manga... :-)

Eu voltei a bordar! Ainda não consegui "coragem" para sentar na máquina e costurar a almofada que cortei, mas bordar... ah, é mesmo uma diversão!

Tô com saudade. Vamos nos ligar? Quando podemos nos falar pelo Skype? Já instalaram lá na biblioteca? :-)
Quarta-feira? Ou é melhor ser no final de semana mesmo?
Beijos!

Here, There, Elsewhere... and more disse...

I love your skirt - the fabric is beautiful..:)